Banda, Músico Solo ou DJ na Música para Casamento: Qual Escolher?
Planejamento

Banda, Músico Solo ou DJ na Música para Casamento: Qual Escolher?

Casar envolve uma série de preparativos a serem feitos antecipadamente e entre eles escolher como os convidados vão curtir a festa. As opções são uma banda, um músico solo ou com instrumento ou ainda um DJ. Todos são bem quistos no mercado. Logo, eis a dúvida? Qual escolher. Talvez nosso artigo ajude nesta difícil decisão.

instrumento, banda ou música para casamento

O que uma banda pode oferecer ao seu casamento

Esta é de longe a opçao mais selecionada para tais eventos por diversos motivos. Um dos mais motivadores é o fato das bandas de casamento serem tão boas que tocam de tudo! Elas estão sempre inovando no repertório, indo desde os clássicos românticos para convidar os casais à pista até aquelas músicas da parada de sucesso que fazem os noivos irem até o chão.

As bandas costumam fechar um show com algumas horas de duração. Infelizmente não podemos oferecer uma média de valores porque a variação é grande no Brasil. Vai de acordo com a data, cidade e acima de tudo com o sucesso da banda. Um cache de um grupo conhecido pode chegar a R$ 5 enquanto as menos populares (nem por isso menos legais) podem sair por R$ 500.

Uma dica é procurar por bandas iniciando a carreira. Elas podem não ter nome no mercado mas oferecem uma apresentação demo e garantem a apreciação. O repertório deve ser ajustado de comum acordo.

Os diferenciais de um DJ para a celebração

Se a festa é a longa e os convidados são animados então o DJ pode ser uma boa saída. Isso porque apesar de ter repertório farto a banda possui suas limitações do que pode tocar. Uma música eletrônica, por exemplo, precisa de um DJ para executar. Logo, depende muito do casal a escolha por este tipo de música para casamento.

O DJ fecha o contrato com algumas horas de duração. Como diferencial oferece serviço contínuo, ou seja, a música não para. Mesmo que ele esteja em um intervalo o som continua rolando em uma playlist pré selecionada.

Muitos casais optam por combinar dois tipos de música para casamento: banda + DJ. A banda faz a abertura do evento e o DJ seria o responsável por fechar a festa. Em alguns casos ele pode ir até o dia amanhecer. E assim como na banda são os noivos quem escolhem o repertório.

O que um músico pode acrescentar ao evento

A opção considerada mais romântica de uma música para casamento é o músico solo. Seria aqui a contratação de um musicista, responsável por tocar um instrumento. Talvez na festa ele não seja muito visto por ai mas você já deve ter cruzado com apresentações de violonistas na entrada da noiva, por exemplo.

A escolha de um músic para executar uma canção em um instrumento clássico é uma ideia romantica e diferenciada. O custo não é tão alto e pode ser um excelente acréscimo para o evento.

Dicas e Cuidados ao escolher música para casamento

Para todas as três opções acima é importantíssimo a assinatura de um contrato. O profissional pode optar por receber 50% do valor antes para reservar a data, o que é completamente aceitável no mercado atual. Contudo, o pagamento de 100% antes é considerado fora da etiqueta.

Ouvir antes o profissional selecionado (ou banda) é de extrema importância. Só assim conseguimos garantir uma contratação positiva e sem decepções no momento do evento. Se possível ouvir ao vivo ao invés de gravação demo em estúdio. Ao vivo é quando as coisas acontecem de fato.

Pedir indicações é importante. As vezes o músico é muito bom mas seu atendimento é falho, costuma atrasar ou não aparecer. Este tipo de informação só é possível com indicação de pessoas conhecidas.

E seja qual for a opção dos noivos o importante é eles se sentirem bem com a música para casamento. Eles precisam curtir a sua escolha porque a festa é deles e para eles acima de tudo.

Sobre o autor

Lidianne

Deixe um comentário