Tudo o que Você Precisa Saber sobre Casar em Outro País
Planejamento

Tudo o que Você Precisa Saber sobre Casar em Outro País

como casar em outro país
Written by Lidianne

Quando o orçamento não é um limitante para um evento há sempre a opção de ousar mais em uma celebração. O casar em outro país é uma destas ideias que não é tão complicado para tirar do papel. As celebridades amam e é maravilhoso! Saiba mais a seguir.

como casar em outro país

Por que casar em outro país?

De fato temos muitas belezas no Brasil e não negaremos isso. O país é maravilhoso, com belos lugares para conhecer e fornecedores de lindos cenários. Contudo, há um charme em escolher uma nação com uma cultura diferente e cenário inovar. Casamento no exterior, portanto, é atraente a muitos olhares.

Os famosos amam a ideia de sair do país para casar. As dificuldades por muito tempo eram planejamento e organização, o que não é mais um problema diante de tantas empresas especializadas. É, portanto, uma ideia que pode ser levada ainda.

Um dos motivadores pode ser a descendência da noiva ou do noivo. Um dos pares pode, por exemplo, pode ser descendente de grego e neste caso a ideia de trocar alianças na Grécia e entrar em contato com suas origens podem ser bem convidativa.

casar em outro país em portugal

Dicas de como fazer para casar em outro país

Ao contrário do que se imagina não é preciso mudar de país ou passar um longo período fora para organizar um casamento no exterior. Há outras formas de fazer isso, como:

Encotre uma empresa organizadora no país que deseja casar

Este é o seu primeiro passo e um dos mais importantes. É preciso acima de tudo ter ajuda de profissionais da área com contratação de prestação de serviço. Na internet é possível encontrar excelentes empresas, mas uma indicação de alguém que já fez a mesma coisa será muito bem vinda.

Tais empresas vão te ajudar com a locação do espaço, encontrar fornecedores para o buffet e decoração, dentre outras possibilidades.

Escolha o lugar com antecedência

Do mesmo jeito que seu sonho é casar na Biblioteca de Nova York, por exemplo, este é o mesmo sonho de muitos casais. Para um desejo de casar em um local super conhecido o indicado é reservar antes e com isso planejar antes.

Quanto mais visitado é um ambiente mais longa será a sua lista de espera para uma data do casamento. Logo, dois anos é um período adequado para evitar perder o local dos sonhos.

É melhor levar de casa o vestido de noiva

Noivos com residência no Brasil podem garantir mais sucesso com o vestido de noiva e os trajes do noivo com encomenda perto de casa. Há muitos ajustes e provaspara fazer, tornando ideal a busca por um ateliê próximo da moradodia. Deixar para provar a roupa apenas na véspera é de risco muito alto.

Mas a noiva pode encomendar fora seu vestido de noiva? Em alguns casos não há problema. Um exemplo são mulheres e homens com manequim imutáveis. Aquela mulher que não engorda fácil, por exemplo, e sempre se mantém com a mesma cintura. Neste caso vale a pena arriscar e realizar o sonho de um vestido de grife européia, por exemplo.

Convide mas peça confirmação

Um casamento no exterior exige uma agenda maior dos convidados, então alguns naturalmente não irão. Esta lista pode reduzir bastante. É interessante pedir uma confirmação precisa para evitar problemas futuros. Em locais históricos os casamentos são restritos para evitar danos ao ponto turístico e convidados limitados.

O casal não é obrigado a fornecer passagens e hospedagem

Alguns casais realizam seu sonho de casar em outro país e fecham o pacote completo para os convidados. Eles só devem, portanto, comparecer no dia do evento com uma bela roupa porque as passagens já vão marcadas. Neste caso a hospedagem é fornecida no mesmo lugar da celebração ou em um hotel ou pousada próximo. Contudo, isso não é uma regra. Os noivos não necessitam oferecer hospedagem para o casal.

As ideias acima acima são apenas norteadoras para quem quer casar em outro país. Se tiver dúvidas ou deseja esclarecimentos é só deixar nos comentários abaixo.

Sobre o autor

Lidianne

Deixe um comentário